Angélica conta caso de assédio na infância em estreia de novo programa

Apresentadora relatou caso na abertura de atração do Globoplay que celebra sua carreira

Reprodução/Globoplay Angélica conta caso de assédio na infância em estreia de novo programa A apresentadora Angélica na abertura do programa "Angélica: 50 e Tanto", do Globoplay

A apresentadora Angélica, que completa 50 anos de idade na próxima quinta-feira (30), contou que sofreu assédio sexual de um homem mais velho quando era uma criança e estava iniciando sua carreira na TV. A revelação é feita logo no início do programa especial “Angélica: 50 e Tanto”, que chegou ao Globoplay no domingo (26).


“Oi, eu sou Angélica, e faz quase cinco décadas que eu uso esse nome artístico, que também é meu nome no RG. Mas eu sou Angélica por um triz. Quando eu ia estrear na TV, um homem muito poderoso achava que meu nome artístico tinha que ser Lolita, que nem a menina do livro. Foi bem nessa época, que o homem me pedia para sentar no colo dele, nos bastidores da TV. Ele era um adulto, eu era uma criança. E eu fazia tudo sem entender. Hoje eu entendo”, conta a apresentadora, sem divulgar o nome do homem.


Lolita é o nome da personagem de Vladimir Nabokov e do livro de 1955 que narra a história de um homem mais velho que se envolve sexualmente com uma garota de 12 anos.


No novo programa, a apresentadora celebra e relembra seus quase 50 anos de carreira em conversas com personalidades como Xuxa, Eliana e Anitta. A atração está disponível em 5 episódios.


“A partir de hoje, eu vou fazer um trabalho que eu nunca fiz antes – eu vou contar a minha versão da minha vida como você nunca viu na TV”, diz apresentadora na abertura da atração.


*Publicado por Everton Lopes Batista


Mais lidas